Vigilante

O bairro mais assombrado
do Brasil esconde um segredo

Preencha com o seu e-mail, faça o download gratuito e leia onde quiser!
Aguarde! Preparando o download...

Você já visitou este bairro...

Provavelmente sim. Talvez tenha fotos neste lugar e as compartilhou nas redes sociais. Hoje, a sua visita é obrigatória para os turistas que desembarcam na capital paulista. Se você conheceu o bairro, saberá identificá-lo por apenas uma característica.

O que você provavelmente não sabia é que esse local guarda um passado sombrio. Onde hoje acontece a sua tradicional feirinha, que reúne centenas de turistas aos finais de semana, está um marco importante da história de São Paulo. Muito antes da chegado dos imigrantes japoneses, que hoje habitam o bairro com seus descendentes, este era um local maldito.

No coração deste bairro havia um palco, onde a justiça e a injustiça eram encenadas, sempre com o mesmo final: a morte.

Neste espetáculo, a atriz principal era a Forca, pronta para esticar pescoços. Para enterrar as almas que ela executou, foi construído um cemitério ao lado, o primeiro da cidade. Por isso, até hoje, quando se realizam reformas nas casas e nas lojas do bairro ainda se encontram ossos de condenados. E mais: as câmeras de segurança dos comércios continuam captando vultos após o expediente.

Entre as dezenas de enforcados, um ficou mais famoso e entrou para a história. Era 1821.

Em suas tentativas sem sucesso de executar um homem, um soldado rebelde, as autoridades foram confrontadas pelo desejo do Destino de partir a corda seguidamente. Essa história você encontra nos livros, mas o que apenas os moradores do bairro sabem é que esse evento foi tão dramático que gerou uma estranha Entidade. Algo que anda entre o mundo dos vivos e dos mortos.

Alguns dizem que é uma benção dos deuses da justiça, outros uma maldição. O fato é que o Além se declarou rei do bairro e deseja manter a sua lei. Alimenta-se de apenas uma coisa: vingança.

Os governantes de São Paulo tentaram esconder o fato e reescrever a história. O reino do Espírito antes era conhecido como o Largo da Forca. Hoje é chamado de Liberdade.

A cada geração a entidade escolhe uma pessoa e lhe concede o poder para corrigir a injustiça. E o eleito da nossa geração acaba de ser escolhido...

Sobre

Baseado em fatos históricos reais e livremente nas obras de William Shakespeare, a Graphic Novel Vigilante apresenta a história de Pedro, um rapaz assassinado no bairro da Liberdade (São Paulo) pela máfia japonesa, mas trazido de volta à vida por força sobrenatural misteriosa que lhe concede poderes para se vingar. O jovem passa a ser atormentado pela decisão de usar os poderes para derramar sangue e as consequências de seus atos. A Graphic Novel é indicada para maiores de 18 anos.

Equipe

  • Roterista e jornalista. O Vigilante é resultado do seu trabalho, pesquisa e sonho há 10 anos. Já o escreveu como roteiro de cinema, série de TV e, agora, se materializa na Graphic Novel.

    André Zara
    Criador e produtor

  • Trabalha como roteirista desde 1987. Destaque de Melhor Roteiro de Histórias em Quadrinho do Prêmio Abril de Jornalismo (1989, 1991 e 1993), além de ter obtido o HQMix 2000 e o Anima Mundi 2004.

    Kaled Kanbour
    Roteirista

  • Ilustrador profissional desde 2008, com trabalhos publicados na Folha de São Paulo, revista Rolling Stones e editoras Globo e Abril.

    Eduardo Nunes
    Desenhista

  • Autor da HQ QUAD, professor na Faculdade Melies, ilustrador e designer desde 2003.

    Diego Sanches
    Letreiramento e Design